Tem muito mais para fazer do que para deixar de fazer



Muitas pessoas estão preocupadas demais em saber àquilo que elas não podem fazer. Estão se esforçando tanto no “não fazer”, que se esquecem de fazer aquilo que realmente importa. A Bíblia nos diz que Deus nos transportou do império das trevas para o reino do seu Filho Amado, e muitas vezes ficamos tentando negociar com Deus: “Senhor, eu posso trazer isso e aquilo? Por que eu não posso fazer isso? ”. Ficamos querendo trazer coisas do nosso velho eu para a nossa nova vida em Cristo. Devemos ter a consciência de que existem tesouros em Cristo, e que só os “caçadores” vão achar, ou seja, pessoas famintas que não estão satisfeitas com aquilo que o mundo tem para oferecer. Vamos nos preocupar em saber o que Ele quer que a gente faça, ao invés de tomar a atitude religiosa de que “eu não faço isso, não faço aquilo...”. Existe muita coisa para a gente fazer!

Princípios básicos da Eclésia (parte 2). Como frutificar no Reino?



Anteriormente, aprendemos que Jesus investiu três anos colocando os fundamentos, o DNA, o estilo de vida da igreja. Assim, Ele construiu a sua Eclésia da seguinte forma: 1° Jesus veio para estabelecer o Reino. Sua mensagem foi: “Arrependei-vos, porque é chegado o Reino dos céus”. Depois, ensinou aos Seus discípulos como viver no Reino e demonstrou o poder do Reino. 2º Jesus começou o discipulado. Ele disse: “vinde após mim e eu vos farei... pescadores de homens”. 3º Jesus levou os discípulos para sociedade. Foi no meio da sociedade que o discipulado começou a fazer sentido. O poder do Senhor foi demonstrado e os discípulos aprenderam a curar os enfermos no meio da sociedade. 4º A igreja começou através do encontro dos discípulos com a sociedade.

Os princípios básicos da Eclésia



Quando Jesus disse “Eu edificarei a minha igreja”, o verbo está no tempo futuro. Assim, chegamos à conclusão de que Jesus ainda não havia edificado. Ele investiu três anos colocando os fundamentos, o DNA, o estilo de vida da igreja. De Mateus capítulo 4 ao 10, Jesus ensina sobre como viver no reino. Para isso, Ele primeiramente ensinou sobre o reino, depois fez discípulos e os ensinou a serem “pescadores de homens”, e, então, os levou para a sociedade. Na sua opinião, para sermos pescadores de homens, o que precisamos fazer?