A beleza do sumo sacerdote


Hebreus 8:5 “os quais ministram em figura e sombra das coisas celestes, assim como foi Moisés divinamente instruído, quando estava para construir o tabernáculo; pois diz ele: Vê que faças todas as coisas de acordo com o modelo que te foi mostrado no monte.” Deus orientou Moisés a fazer o tabernáculo de acordo com o modelo que ele viu no céu. Sendo assim, podemos afirmar que tudo que constitui o tabernáculo tem um propósito. O tabernáculo possuía muitos detalhes, e cada detalhe detém algo relevante para nós.
Na sua opinião, por que é tão importante conhecer as verdades de Deus, para a nossa vida, contidas na Bíblia?

1) As cores. Por que você acha que existem as cores? Você já imaginou se tudo fosse preto e branco? Com toda certeza, se as cores não existissem, muitas coisas não teriam a menor graça. O Senhor nos presenteou criando todas as cores, assim podemos contemplar a beleza da Sua criação. No tabernáculo, observamos algumas cores predominantes, e cada uma delas possui um significado. No livro de Êxodo, vinte e quatro vezes, essas cores aparecem na seguinte ordem: azul, púrpura (Roxo), carmesim (vermelho), linho fino. Êxodo 28:6 “E farão o éfode de ouro, e de azul, e de púrpura, e de carmesim, e de linho fino torcido, de obra esmerada.” Na sua opinião, por que você acha que o tabernáculo possuía tanta riqueza de detalhes?

Cada cor, no tabernáculo, possuía um significado bastante especial. A cor Azul é a cor celestial, representa a divindade e fala a respeito de Deus; Púrpura(roxo) fala a respeito da realeza; Carmesim(vermelho) fala do homem, é a cor do sangue; Branco fala da pureza, santidade e perfeição. As cores azul e vermelho, se colocadas lado a lado, não refletem algo agradável aos olhos. Porém, se entre elas, colocarmos a cor púrpura, alcançamos a harmonia. Então, de acordo com o que cada cor representava, podemos dizer que quando olhamos a santidade do Senhor e as falhas do homem, a diferença é muito forte. Porém, através de Jesus Cristo a harmonia e a união, entre Deus e o homem, acontece. Na sua opinião, qual importância o sacrifício de Jesus trouxe para a humanidade?

2) O éfode. Êxodo 28:29 “Assim Arão levará os nomes dos filhos de Israel no peitoral do juízo sobre o seu coração, quando entrar no santuário, para memória diante do Senhor continuamente.” Deus podia ter dito sobre o seu peito, mas Ele disse coração. Continuamente, Jesus, o nosso eterno sumo sacerdote, nos carrega para memória diante do Senhor. Se Jesus, continuamente, intercede por nós diante do Pai, você acha que existe algo que possa nos separar do Seu infinito amor?

Outra coisa muito importante era o Urim e Tumim, que significavam respectivamente luzes e perfeições. Eram objetos que o sumo sacerdote carregava no peito e eram utilizados para saber a perfeita vontade de Deus. João 13:25 “Então, aquele discípulo, reclinando-se sobre o peito de Jesus, perguntou-lhe: Senhor, quem é?” Hoje, vivemos uma superior aliança e um superior sacerdócio. Isso quer dizer que temos o Espírito Santo para nos dar a direção que precisamos, e nos conduzir à vontade de Deus para nossas vidas. Precisamos parar de tomar decisões pela força do nosso próprio braço. Devemos recostar nossa cabeça no peito de Jesus e escutar Dele todas as direções que precisamos. Na sua opinião, que atitudes práticas nos conduzem a uma maior intimidade com o Senhor?   

3) A nova Aliança. Mateus 26:65 “Então o sumo sacerdote rasgou as suas vestes, dizendo: Blasfemou; para que precisamos ainda de testemunhas? Eis que bem ouvistes agora a sua blasfêmia.” Nenhum sumo sacerdote poderia rasgar suas vestes. Porém, Caifás rasgou suas vestes diante de Jesus. Isso representa o surgimento do sacerdócio perfeito, da nova aliança em Cristo Jesus. A bíblia diz que Cristo nos deu melhor aliança, melhor sacerdócio. IJoão 2:1 “Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo;” Na sua opinião, que benefícios temos por viver a Nova Aliança em Cristo Jesus?

Conclusão. Romanos 8:34 “Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós.” Jesus não está a direita de Deus Pai para nos condenar. Ele se compadece de nossas fraquezas e intercede por nós. Por isso, devemos confiar que Ele sempre tem o melhor para nossas vidas. Devemos parar de tomar tantas decisões sem perguntar ao Senhor qual é Sua vontade. Sempre evitaremos grandes sofrimentos se escutarmos o coração de Deus. Assim, devemos parar no lugar secreto e recostar nossa cabeça no peito de Jesus e viver tudo o que Ele já conquistou para nós.

Palavra da Oferta. Deus é muito detalhista e sempre zeloso em todas as coisas. Precisamos nos importar com cada detalhe, sendo sempre zelosos no ato de ofertar e dizimar ao Senhor.